Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Quero Te Ler...

Posso te adivinhar com os olhos, quero te ler e te sentir ao ponto de te saber em todo lugar...


    Quero que tua presença seja parte de mim, todo objeto de minha vida, para mirar em qualquer direção e te reconhecer em tudo que me cerca, me envolve, me embriaga...


     Como a trilha sonora que me detém observador do êxtase, te reconhecer em cada nota indelével, cada nota de perfume amadeirado, te posso, quero te ler...


Por: Paulo Siuves

Fogo nas Ventas: Criança

Luz da Judéia

Imagem

Luz da Judéia

Luz da JudéiaPor: Paulo Siuves
Encontrei-te, doce filha de Davi, entre os fios que nos une,
Noite adentro, oh, Ester do meu coração, veio me acender.
Não mo cobrais a indiferença, não mais, sou todo olhos para ti
Neste leito que improvisei e te amei, ao céu me fizeste ascender.

Ester, dê-me mais destes beijos balsâmicos para um coração
Ferido e desanimado do amor. Enche-me uma taça, mel oriental
Adoce a minha existência e alumia essa ínfima vida
Que eu vou te dar tudo que posso dar antes do meu funeral.

Diva das minhas noites, estrela vésper do meu céu,
Mulher maravilhosa, filha de Davi, Ester dos meus sonhos,
Vendo-te aninhada em meus braços, sonho acordado.
Tendo-me dentro de ti, passeio nos céus onde habita Deus.

Não quero ser Deus, quero ser mortal, quero ser profano,
Ester, querida e amada Ester. É melhor ser um mero mortal
E poder provar todo dia, toda noite do néctar oriental
Que tens guardado nessa tua fenda vaginal.

Filha d’Israel, não te demores a beijar-me e abraçar-me
Pois sou criança s…

Vértice do Universo

Vértice do Universo

No momento em que estamos juntos, eu me sinto como que vivendo num sonho, quando a sua voz invade a minha alma sinto que há fogo em meu corpo. Tuas mãos deslizam em meu rosto fazendo-me calar num longo e sincero beijo, meus braços envolvem com ternura o teu corpo, alvo de toda a minha paixão, meus olhos procuram em teus olhos um pedido para interpretar.
Sinto a sua respiração ofegante, enquanto minhas mãos deslizam suavemente pelo teu corpo procurando um segredo que eu não conheça, entre sussurros e palavras de amor eu recebo os seus beijos doces como favos de mel. Em beijos ardentes, nossos corpos se envolvem em um intenso ritmo de prazer e se misturam transformados numa fonte de suor, descubro os segredos guardados nas curvas mais cobiçadas do teu corpo, não há uma só coisa que me seja proibida.
Então sinto o queimar do teu prazer e em teus braços, o teu olhar em forma de querer me leva ao vértice do universo. E, extasiado, vejo o teu corpo brilhando sob a luz da lua…

Vento Sul

Vento Sul
     O vento vem do sul e traz um som; eu reconheço esse som! De quê é mesmo? Seria um estalo de dedos? Não, não... É um estalido, muito familiar por sinal! De onde vem essa brisa, porque ela traz essas lembranças? Há um som, um estalido e um cheiro de nostalgia.

     Seria o desabrochar de uma rosa?

     Isto tem o click da vida e o aroma do nascer... Mas não é isto, não são flores, nem rosas. De onde vem esse vento sul? De onde ele partiu, de onde ele trouxe essa lembrança?

     Eu me lembro de um estalido e um perfume, sim, sim, sim, perfume de mulher, mulher adulta que sabe conquistar... e conquistou a minha alma e a exibiu para todos como um troféu, depois de dias de batalha, reconheço esse estalar, esse som dói em meus ouvidos, arranha a minha pele, esmiuçando a minha consciência, lembro bem, vento sul.

     Por favor, passe por mim e leve o que trouxeste consigo, pois não estou contente, sinto-me em meio a um mar de doces lembranças, doces em minha boca, mas amargas como f…