PONTO

Ponto
     Mandei matar o meu ego, e flagelá-lo numa esquina onde a vida pudesse ver que eu te amo e por você eu faço tudo, qualquer coisa. Perco a razão me meto em confusão, deixo-me em desventura se preciso for. Nas madrugadas frias de inverno ou nas tardes escaldantes do alto verão eu estou nas ruas à sua caça e não me deixo vencer sem antes te encontrar. Aí me desmancho em lágrimas, lagrimas de alegria, de dor, de prazer, de arrependimento, seja o que for, gosto tanto de te amar, mas esse amor me desmoraliza, me despreza, me desdém...
     Amor meu, não me tenha por louca pessoa, não me tenha em mau juízo, faço tudo isto porque te amo, não como provas de amor, mas porque eu não consigo viver longe deste corpo quente e não posso mais viver sem teus beijos de paixão de delírios e devaneios infindáveis. Nada neste mundo pode me convencer que não fomos talhados um para o outro e que Deus nos fez encontrar para completar a magnitude de seres-humano, foi Ele, e se não foi??


     Juntos para sempre, é com isso que eu manipulo esse meu ar de dormidor e deixo meus sonhos tomarem corpo e volume... Sou pra sempre e pra sempre serei tua outra metade, não me deixe recostada num muro de chapisco ao olhar furtante de cada transeunte via pública afora, sim me encha de alegrias e de prazeres carnais ou não furtivos ou eternos, me deixe em êxtase de noite e de dia, me deixe te amar e ama essa pessoa que nada mais sabe fazer longe de ti...

___________________________________________________________________________
Por paulo Siuves

Postagens mais visitadas deste blog

Denúncias

O período da gravidez é um período mágico

Essa Noite Eu Tomei Você Pra Mim