Bom dia! Poesia!

Bom dia, Tropelia

Bom dia! Poesia!
Elegia ou alegria!
Heresia, Teogonia!
heterogonia florescia.
Melhoria? Quem diria!
Consonante letargia.

Ironia.
Agonia que jazia em liturgia.
Covardia!
Maioria preferia a valentia.
Teimosia.
A profecia garantia a economia

No Brasil, a tropelia só sentia a retalgia.
Só ouvia discursos da velhacaria!
Se cansou de engolir sopa de jia.
"Vem pra rua", se dizia e repetia;
Cansado da hipocrisia da patifaria.
e no fim, a harmonia dá lugar à fantasia!

Proctalgia. Periferia, trabalhadoria.
Nostalgia da filosofia da autocracia,
Corrigia, mas  reprimia a cidadania.
Não havia mais lugar pra poesia.
Fugidia. E vivia. E resistia, antinomia.
Com sabedoria enganaria e resistiria.

Chegaria ao nosso dia, Não por sua senhoria,
Mas por ortografia e caligrafia, a biografia
Do amor à harmonia, à sinfonia, à melodia.
Assimetria da etimologia dos tempos sem poesia
Vingou-se com maestria da amusia e tirania

Dando vida e autonomia à democracia e soberania

Postagens mais visitadas deste blog

Denúncias

O período da gravidez é um período mágico

Essa Noite Eu Tomei Você Pra Mim