Postagens

Mostrando postagens de 2014

Sem nome

Imagem
... e de repente eu me vi assim, sem amor pra suspirar, sem  paixão para chorar por ela e me descabelar debaixo do chuveiro. Acabou. Ela me mandou para o inferno e me chamou de canalha, eu acho que não tenho mais coragem de voltar e dizer que ainda a amo, que ainda não vou desistir.
Melhor eu desistir aqui.
 ... então... não acabou?

Eu ainda suspiro apaixonado por alguém que não esta mais ao alcance dos meus dedos? eu não estou mais nutrindo uma paixão por alguém que não vai mais acontecer?  É. Voltar a escrever assim por ela, e por aquela paixão, não faz mais sentido, mas ainda a amo...
Por Paulo Siuves

Diacho de Trem Besta

Imagem
Eita, trem besta. Essa coisa de viver esperando a estação certa pra tomar atitude de homi cabra macho e mudar o rumo desse trem. Diacho de vida besta essa de não tomar as rédeas com pulso firme, jogar a mala nas costas e dizer "- Asta lá vista, baby!" pros problemas e encarar os torrões de barro e a poeira da estrada fazendo um recomeço hoje mesmo.  Diacho de trem besta, sô!!
Escritor Paulo Siuves

CHUVA

Chuva. 
Essa passeia pela face da terra., mostrando a que veio.
Renovando esperanças, restaurando vidas, enchendo de verde a natureza. Essa água dada pelo céus, tão desejada, molha o chão castigado pelo sol. Chega, molha, faz o milagre acontecer e se despede deixando os corações irradiando otimismo. Seja bem vinda, oh chuva de bênçãos...

POR APULO SIUVES

Hoje, um dia bom

Hoje! Um dia bom.
Um dia, hoje, bem!
Bom, te amo hoje.
Amor hoje é bom...
Hoje, bem, é... sim.
Eu amo essa mulher.
Amo e ponto final.
Hoje eu te amo.
Eu amo voce hoje.
Hoje, amanhã, depois..
hoje, amor é bom.
Amar é bom, muito!
Amo amar você, tá?
Hoje, um dia bom
Pra te amar até...
Hoje, bom, amar, bem.

POR PAULO SIUVES

QUERO

Imagem
facebook.com/EscritorPauloSiuves


QUERO
Bom dia com beijo, café e torrada com geleia E um olhar novo
Almoço servido na cama, A soneca com música baixinho E um olhar novo.
Boa tarde com toalha no ombro Jantar bem natural, arroz e feijão, E um olhar novo
Boa noite com carícia e malícia Um "eu te amo" entre suores E um olhar totalmente novo.
Por Paulo Siuves

BEIJE-ME

Imagem
BEIJE-ME

Beije-me, querida, com teus olhos de comer frutas no pomar. Beije-me, meu amor, não mo deixe aqui a te desejar. Toma-me em seus braços e abrasa-me nesse jeito gostoso de amar. Abraça-me como criança em teu colo e cuida de mim, vem me cuidar.

Olha pra mim como quem degusta uma fruta temporã, Escorre no canto da boca o suco da beleza desse amor. Toco-me na esperança de sentir seu calor, Procuro no ar seu perfume, seu cheiro, seu riso, pela manhã...

Beije-me, menina linda, eu quero te beijar. Abraça-me, mulher, deixa eu te cuidar. Olha pra mim, meu anjo, vamos juntos viver e caminhar. Desfrutar dessa vida linda que só desfruta quem sabe amar!


POR PAULO SIUVES

CAMINHOS DA MADRUGADA

Já não tenho tempo para sonhar, tantos sonhos que nem sei aonde foram voar. Fiz minha estrada e percorri o caminho que eu mesmo escolhi com escolhas certas e erradas, com sandálias gastas e com calçados novos em folha.
Aliás, virei a folha. Acabei de escrever mais uma página e o relógio lá da sala de jantar está pronto para soar as doze badaladas noturnas. Sim! Diz meu coração. Não! Diz a razão. Mas, não criei asa para voar com a razão. Tenho tempo para mais um cigarro e para mais uma oração. Agora o dia está terminando, ou melhor, a noite está terminado. O dia começa sempre com a madrugada. E eu ainda tenho tempo para mais um vinho.
Ah! Vinho bendito. Bebida dos deuses. É mais um motivo para me fazer abrir os olhos e ver que já não tenho mais tempo para viajar em pensamentos tolos. Parcos de ilusão e cheios de desilusão. De mãos dadas com meu amor, eu vou percorrer  a mina estrada e quem me olha e aponta com os dedos sujos de lama da história, ou cheios da poeira do tempo, não pode per…

OBJETO DE FAZER AMOR

Cadê seu corpo que não está colado ao meu?  Onde está seu beijo que não me acalma?  O que fizeste do seu amor que não me mantém? 
Estou acordado e você dormindo profundamente, Estou me sentindo cansado sem conseguir relaxar.  Vem se amoldar ao meu corpo e tatuar sua pele com a minha melanina!
Põe seu cheiro pra se misturar ao meu e seu fluido ao meu. Vem me dar do seu coito intenso pra me fazer dormir.  Estou sedento de te amar e te tocar nas partes secretas...
Colocar-te debaixo de mim pra te fazer gemer,  Pra te sentir suar, pra te sentir por dentro,  por baixo e quente. Enquanto olho teus olhos
Onde está você que não faz do meu corpo tudo o que quiser?  Como se coisa fosse, como se fosse objeto de fazer amor.
Onde está seu corpo? Estou sedento de te amar...
Por Paulo Siuves

Meu Passado

Imagem
Meu Passado ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨ Meu passado me condena, mas não sei qual é a sentença nem preciso esperar pelo carrasco. Ando tão à flor da pele que minha pele queima e congela ao mais breve toque.
Minha música preferida está em liquidação nas esquinas da cidade e os cães cantam embriagados em vinho barato, gatas vadias miam a letra do seu poema transformando minha canção favorita numa profanação e aceitar isso é aceitar que o pulmão se infle de fumaça das descargas dos caminhões antigos que contornam a praça atropelando velhos, crianças, bandas e ambulantes. Meu passado é obscuro e nem sei como será o meu futuro....
Por Paulo Siuves

“QUASE”

“QUASE”

Fui ferido por algo que era quase fogo,
Nem me dei conta que isso era quase sorte.
Com lágrimas entre risos, estava no jogo!
Fui ferido, saudade de ti, era quas morte.

Co’amor pulsando em minhas veias, quase feliz.
Mas o quase não satisfaz a fome de amar
Porque é certo que “quase” não é o que eu quis
Pois “quase” não me inspira nem faz me acalmar

Embora que quem quase morre esteja vivo
Certamente, quem quase vive já está morto
Não existe quase morte. Não há quase amor

Sem você sou incompleto, sou sem objetivo...
Fui ferido por algo que era quase fogo,
Mas “quase” não faz acalmar a minha quase dor



Por Paulo Siuves

Felicidade

Imagem
Felicidade
O que é felicidade?
O que significa ser feliz?
Pra muitos, ser feliz, é estar com os amigos, é estar ao lado da pessoa amada, ou então ter tudo o que você quiser.
Pra mim, ser feliz, é ser quem sou.
Uma menina "homem", que solta pipa, mas não joga bola.
É ser uma pessoa que não gosta de brigas, mas não pisa no meu calo porque senão o bicho pega.
É saber a hora de brincar e de falar sério.
E saber falar e me calar na hora que é necessário.
É não julgar a pessoa pelo seu aspecto físico.
É saber com quem contar ou não.
É ter amigos, e zuar, xingar, brigar e brincar na hora certa.
Pra mim, ser feliz, é ser eu mesma.
Com erros, defeitos, acertos e qualidades também.

Hoje mais que sempre, sei que ser feliz não depende de amigos, namorado (a) e etc..
Depende de mim.

Sim eu tenho coração.
Sim eu choro.
Sim eu sorrio.
Sim eu sou “retardada”.
E sim.

EU SOU EU.

Por Kênya Helena Siuves

Improviso Esbatido

ImprovisoEsbatido

- Você é indeciso?

- não sei, acho que não.

- É ou não é??

- Ah! Às vezes sim, às vezes não... acho que depende!

- Depende?

- É. O que você acha?

                            Por Paulo Siuves

Recordações

Imagem
RECORDAÇÕES
Eles nasceram, um pro outro. Fotos, vídeos, canções, recordações. Seus bebês vieram, diplomas em molduras. Ele deitado do lado onde ela ficava.
Por Paulo Siuves

Porque em 20 minutos tudo pode mudar

Porque em 20 minutos tudo pode mudar

Minha pacata nada mole vida de pobre poeta
Músico fazedor de acordes repetidos e clichês
pai, sempre pai, pagador de contas e de micos...
às vezes "paizinho lindo" (Kênya), às vezes "o pior pai do mundo" (JP).
Romântico e desprezível homem bicho, neobobão!
ouço rádio e vejo tv, leio revistas e jornais, Bíblia também
Xingo e choro, dou risadas exageradas, tenho tempo.
ontem eu chorei, hoje estou com raiva de mim,
porque eu sou ridiculamente romântico. Você não me entende!?!
Não tenho dinheiro e nem ticket pra Espanha.
Tenho dores no joelho direito e cheque na carteira,
mas hoje em dia ninguém aceita cheques...
ninguém tolera fumante, ninguém aceita homem reto
homem ereto, homem de verdade. Eu estou triste...
Estou triste porque você decidiu, se decidiu. Me decidiu!
Minhas moedas de um real, vou juntar sozinho então!
porque em 20 minutos tudo pode mudar!


Por Paulo Siuves