BRINCANDO COM AS VOGAIS Poema do "E"

BRINCANDO COM AS VOGAIS

Poema do "E"

Eu, enojado e enfadado,
Esconjuro o executivo
Estranhas encenações executadas
Enganam os encarregados de escolher

Eleito o escorreito
Este é execrado,
Exposto e expulso

Eleito um embaucador
Ele é exaltado,
Enaltecido e enobrecido

Exijo escrúpulos no escrutínio
Exclusão dos escamoteadores
Estelionatários e espertalhões

Exijo estabelecer eleições estremes
Evidentemente exatas e equânimes
E o estado equilibrado e equivalente

Maio/2015 Paulo Siuves

Postagens mais visitadas deste blog

Denúncias

Essa Noite Eu Tomei Você Pra Mim

Esse Amor Que me Fascina