Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2016

Jeito Mineiro

Imagem
Sou calmo em meu olhar e sereno em me pronunciar, sou desses que andam devagar, que comem pela borda no meu jeito de amar. Mas, quando meu 'jeito de amar' alcança o centro do querer, atinge o ápice pra te ter, sou esportista radical. Minhas veias derramam adrenalina, subo os montes numa caminhada vertiginosa, escaladas verticais só pra ver o seu sorriso. Mergulho em grutas vermelhas, guiado somente por sua voz, suas súplicas, seu estado febril. Me torno num iron man e não há o que prefiro se é na sua direção que estou indo. Meu suor te acalma, teu suor me sacia, nossos suores se misturam inebriante num esporte radical sem torcida. Sou radicalmente apaixonado, sou verticalmente dependente, sou ascendentemente viciado  nos hormônios do nosso prazer e sem eles não há razão em viver. Eu amo o esporte de amar você. Sou desporto radical e preciso todos os dias praticar essa renovação da alma que me rejuvenesce, me entorpece, me acalma pra continuar com meu 'jeito mineiro' de …

HÉSTIA

Imagem
Essa tua boca vermelha e seus olhos desejantes, oferecendo-me além do permitido;

É Lânguido e apaixonante, atraem-me, assim como as chamas atraem a mariposa;

Me Iluminaria à morte, deusa do fogo que me consome?

Mas, Zeus está te abençoando, e eu só posso te venerar.

Moça, ‘Inda estarei deitado no conforto dos braços teus e tomarei de teus beijos.

E estou Afaimado, não há o que possa saciar-me a fome de amor,

Morrerei. Nada poderá aplacar essa minha sede de beijar-te. Querer-te é a morte?

Saciar-me-ei! Ah, minha fada mística, estou mesmo apaixonado por ti!

Por Paulo Siuves

No Calor da Madrugada

É madrugada e minha pele queima sob o lençol. A noite passou, quente. Insuportavelmente quente, porém, não sei se é mais insuportável esse calor abafado do tempo ou a urgência de saber se você está bem, se sente saudade de mim, se deseja que o tempo possa nos trazer de volta, como eu desejo para ter você entre meus braços novamente, minha pele queima desejos e arrependimentos, não sinto mais nada além do calor do seu corpo que ainda está grudado no tecido macio bem do meu lado me lembrando o quão tolo fui. Queima a chama do arrependimento nessa madrugada de calor. Preciso retirar os lençóis úmidos do meu suor. Mentira. Úmidos das minhas lágrimas de saudade, de paixão e estro. Liberdade eu dou a outro vinho, ele escorre livre para a taça de corpo aberto, vinho precioso, bebida dos deuses, rubi líquido que apaga o fogo da minha tristeza. O meu amigo mais novo é o vinho mais antigo que me dá conselhos sobre como te esquecer e dormir. Preciso voltar a dormir antes que o sol traga as …

GÊNESIS MUSICAL

No princípio criou Deus o céu e a terra, e a terra era sem graça e vazia, e o silêncio dominava sobre a face das águas. Não havia luz, nada existia de belo além da imensidão das águas tranquilas. Então Deus crio o vento, e as ondas do mar se fizeram levantar trazendo barulho e ritmo, houve luz intermitente - Dia e Noite - houve batidos e uivos pelo ar. E viu Deus que ali havia potencial, em sua infinita sabedoria, criou harmonia entre o ruido dos ventos e o barulho das ondas quando quebram na praia, fez a pausa e organizou o andamento dos sons numa cadência que cresce e depois diminui quase fazendo um staccato. E viu Deus que aquilo era bom.

Ao som, com movimentos e cadência e evolução e pausas chamou Deus de MÚSICA, e toda a natureza se criou sob sua harmonia. Em todas as coisas havia um pulso musical e em tudo havia um movimento, um quase convite para bailar. Deus viu que a musica estava incompleta e que era possível colocar alguma coisa para que fosse possível chegar ao "grand …

PÁSSARO FERIDO

Como um pássaro em uma enorme revoada você me viu. Cingi-me com as cores da esperança e voei todos os dias com o coração de adolescente para voltar a te ver. Voei muito alto, além do que é permitido aos da minha espécie voar e voei para buscar estrelas e te dar. Voei acima das nuvens e desenhei, com meu rastro no ar rarefeito, seu sorriso e o contorno dos seus olhos. Eu te amei mais que já pude amar em toda a minha vida, compus as mais belas canções em nome da esperança de ter você para mim. Cantei debaixo de sua janela, pousado em sua mão, apreciando sua efêmera beleza, deliciando-me do néctar saciativo dos seus beijos, eu acreditei em nós.
Mas, pássaros diferentes não podem voar juntos e tão alto. Perdi meu ponto de contato com a realidade e cai, você não viu? Eu machuquei a minha asa quando suas palavras me atingiram, meu peito quase estourou de tristeza quando percebi que seu coração não batia mais por mim. Das alturas do meu sonho enlouquecido, cai.
Sou pássaro ferido. Com a len…

Stéfani Exagerada

Imagem
Ela é assim, dessas exageradas. Exagerada pra amar, pra divertir, pra rir, pra fazer a gente fazer aquilo que não quer. Fique dela um dia inteiro e você nunca mais será o mesmo, pois com sua candura, sua maneira doce de explicar o inexplicável e seu habitual mau humor tudo muda, às vezes, o tempo todo.

Essa menina que cresceu me fazendo adotá-la em meu coração tem o dom de encantar, ela tem a senha!

Sente-se ao lado dela!

Ouça o que ela tem a dizer.

Dê a ela a oportunidade de te convencer que sem ela as coisas são apenas "coisas"! Fique sabendo que ela não é qualquer uma, ela é daquelas exageradas.

Uma foto, não é só uma foto, é uma flecha que trespassa o olho, o coração e a alma. Pra ela não existe boa companhia, só existe a companhia no momento certo. Pra ela não existe o certo ou errado tudo depende do seu estado de espírito.

Por esses exageros é que só ela é ELA. Menina mulher que chora por colo, mas oferece muito mais do que recebeu. Ela é dessas, exagerada.