Madrugada Que Se Esvai

De madrugada a gente tem grandes idéias, passa a vida a limpo, pede perdão à Deus, faz um resumo do dia anterior e projeta um pouco do futuro, o que farei daqui a cem anos? É de madrugada que a gente pensa no poema e compõe a melhor canção, a balada romântica que vai demonstrar todo o nosso virtuosismo lírico poético romântico musical. Na madrugada, sempre de madrugada, sofrendo de Insônia, que a inspiração chega e um desejo inconfundível de ser aquela pessoa melhor surge, aquele sujeito medroso some, a coragem avoluma e o amor se torna possível.

Alta madrugada, a gente cria fórmulas de como viver bem, como emagrecer com saúde ou ganhar aqueles quilinhos saudáveis que vão fazer a diferença entre um rosto cheio e um corpo "sarado", de madrugada a gente calcula o preço da academia e o valor de um novo investimento. A gente se vê empreendedor, cria chances de se tornar um bem sucedido profissional naquilo que se gosta de fazer, ou um felizardo dono do bilhete premiado na loteria, até a vida amorosa ganha momentos do mais puro empreendedorismo.

Na madrugada que se esvai está o desejo de ir embora, de ir morar no interior, de visitar as grutas e o litoral... morar no interior de mim, sondar as grutas da minha alma e percorrer o litoral do meu ser. O sono vem chegando junto com o clarear do dia e o pensamento já não é tão claro assim. O dia vai chegando pela janela do quarto e os olhos, as janelas da alma, vão ficando pesados, a gente agora olha para dentro.  Dentro está a razão, por dentro da gente se forma um rio de sonhos, a visão, que antes era clara na escuridão da madrugada, que permitia ver o  castelo de sonhos da gente e desenhar a felicidade no sublime silêncio da madrugada, agora está olhando para dentro. Quem olha para fora de si mesmo, sonha. Quem olha para dentro do coração, acorda.

Por Paulo Siuves

Postagens mais visitadas deste blog

Denúncias

O período da gravidez é um período mágico

Essa Noite Eu Tomei Você Pra Mim