A HORA “D”, ANSIEDADE e BOBO

Para Delaine Ester Meuamor de Freitas Siuves:



A hora “D”
Se pessoas fossem coisas, você seria a melhor coisa do mundo. Uma coisa tipo patrimônio, uma tela para ser observada... uma dessas maravilhas do mundo, inigualável, impar, singular.
Se pessoas fossem tempos, queria que o meu relógio parasse na hora “D”, quando estou com você para ter todo tempo do mundo pra te dizer que te amo!
Mas pessoas são pessoas, e você não é uma mera pessoa. Há coisas em você que me deixam assim, meio bobo, sem encontrar o tempo certo para falar certas coisas que não gastam tanto tempo para serem ditas; por exemplo: - EU TE AMO!!
Por Paulo Siuves
_______________________________________________________________





Ansiedade
Eis-me aqui a esperar-te,
Sedento, como um caniço longe do vertedouro.
Sedento, louco por afagos suaves,
Nem as brisas suaves dos montes de Curral Del-Rey me fazem tão bem.
Sei que não demoras.
Espero, e espero, apaixonado enquanto sonho volúpias.

Por Paulo Siuves
_______________________________________________________________

Bobo
Todas as vezes que vejo você, que tenho a oportunidade de acariciar seu rosto e sentir o ritmo forte da sua pulsação. Todas as vezes que tento entender o porquê desse nosso descontrole, dessa respiração ofegante e desse olhar suplicante que não vê alem desse momento sublime e maravilhoso que enfim acontece, de quando em vez somos acometidos por essa loucura que nos contagia e nos faz perder a noção do tempo e espaço, quando nossos corpos querem ocupar o mesmo lugar. Todas às vezes, querendo esperar, sentindo o pulsar, ofegação, mexendo por fora, por dentro, explodindo em emoção, em prazer, todas as vezes que vejo você, eu me sinto assim, meio bobo!

Por Paulo Siuves
_______________________________________________________________

Postagens mais visitadas deste blog

Denúncias

Essa Noite Eu Tomei Você Pra Mim

Esse Amor Que me Fascina